Receba nossas atualizações:

Destinos

Home > Destinos

08.02 2019
Sevilha: Curiosidades sobre La Giralda que você não sabia!

Toda cidade turística tem seu ícone. O ícone de Sevilha e a menina dos olhos dos sevilhanos se chama Giralda. Essa torre, ao lado da Catedral de Sevilha, é sem dúvida o monumento mais conhecido e fotografado da cidade. Está na  lista de Patrimônios da Humanidade desde 1987 e foi construída durante o século XII, na era muçulmana.

La Giralda Rota Amada

Sua história e valor, tanto cultural como religioso, tornaram a Giralda num dos edifícios mais importantes da Espanha, e à primeira vista deixa uma impressão dourada e duradoura. Como tudo que tem muita história tem muita curiosidade, vamos desvendar alguns segredos dessa torre emblemática. Preparados?

De onde vem esse nome?

A pergunta que não quer calar… O nome procede da escultura que está em seu topo, beijando o céu azul de Sevilha, o Giraldillo. É uma escultura de bronze que serviu como cata-vento, girando dependendo da direção do vento, daí seu nome. Servia para simbolizar o triunfo do cristianismo sobre a fé muçulmana.

Giralda Rota Amada

El Giraldillo

A fama do Giraldillo fez a torre adotar esse nome, substituindo o nome que Fernando III havia dado depois de reconquistar Sevilha em 1248, esse nome era Triunfo da Fé Vitoriosa.
Há uma réplica do Giraldillo em uma das entradas da Catedral de Sevilla, na Puerta del Príncipe.

Referências

A Giralda foi construída durante a era muçulmana, embora a parte superior tenha sido concluída pelos cristãos. Foi inspirada na torre da Mesquita Koutoubia em Marrakech, Marrocos.

Mesquita Koutoubia Rota Amada

Mesquita Koutoubia

Reza a lenda que quando Sevilha ia se render durante a Reconquista, os muçulmanos pediram para derrubar a Giralda para que os cristãos não entrassem nela. Furioso, Alfonso X decidiu intervir e ameaçou os muçulmanos de cortar uma cabeça para cada tijolo que a Giralda tivesse. Imagina!!

Com isso os muçulmanos decidiram (sob pressão) não derrubar a torre e foram embora, deixando a Giralda intacta fazendo parte da história da cidade. Para nooossa alegria!

Leia também: O que fazer em Sevilha

Dimensões

A torre junto ao Giraldillo possui 104 metros de altura. Durante vários séculos foi a torre mais alta da Espanha e uma das mais altas da Europa. Pra você ter uma ideia, a Giralda é mais alta do que o Big Ben de Londres, e mede quase o dobro da Torre de Pisa, na Itália.

La Giralda Rota Amada

A Giralda foi o edifício mais alto de Sevilha, até que chegou um edifício polêmico: A Torre Pelli (ou Torre de Sevilha), um arranha-céu de 178 metros de altura.

La Giralda Torre de Sevilla Rota Amada

Torre de Pelli vista a partir de La Giralda

Houve uma briga judicial por bom tempo, porque discutiam se um edifício moderno e mais alto do que a Giralda afetaria os edifícios de Sevilha que são Patrimônios da Humanidade. Mas a briga acabou e as duas torres seguem em paz desempenhando suas funções.

Aparições literárias

Para subir ao topo da Giralda você tem que subir 35 rampas! O motivo delas é que o sultão gostava de subir montado a cavalo para admirar as vistas de Sevilha. Dan Brown, autor de O Código da Vinci decidiu mudar as rampas por escadas, e fez um retrato polêmico de Sevilha em seu livro “Fortaleza Digital” que se passa na cidade.

E em “Dom Quixote”, obra de Miguel de Cervantes, também há referências sobre a torre.

Leia também: Os encantos de Granada!

Sinos nomeados

A torre do sino da Giralda tem 24 sinos e cada um deles tem um nome. O sino maior e mais pesado possui mais de 5 toneladas, seu nome é Santa María Mayor.

La Giralda sinos Rota Amada

La Giralda Rota Amada campanas

Patio de los Naranjos

O lado oeste da Giralda tem vista para o Patio de los Naranjos: Um pátio paisagístico da Catedral de Sevilha, herança da mesquita almóada, cheio de pés de laranja! Em seu centro há uma fonte moderna que toma o lugar do antigo sabil.

Patio de los naranjos RotaAmada

Patio de los Naranjos

Na saída para o pátio, uma das portas da Giralda recebe o nome de “Lagarto” devido a uma lenda que trata de uma proposta de casamento rejeitada. O sultão do Egito pediu a mão da filha do rei Afonso X e lhe alguns presentes, entre os quais se destacaram um crocodilo e uma presa de elefante. Segundo a lenda, o rei rejeitou a proposta e os presentes foram enviados para a Catedral, que foram pendurados na frente da porta em questão da Giralda. Presente original, né?

giralda lagarto

La Giralda pelo mundo

E a construção da Giralda foi tão popular que serviu de referência em todo o mundo. Por exemplo, em NY havia uma réplica (mais alta do que a de Sevilha). Ficava ao lado do Madison Square Garden até ser demolida para dar lugar a um prédio de escritórios.

La Giralda de NY

La Giralda de NY

No Kansas, também há uma torre, mas é menor do que a original.
A torre sevilhana serviu também de inspiração para elaborar a Torre da Universidade de Porto Rico. Mas não termina por aqui, em Cuba há uma réplica do Giraldillo, que leva o nome de Giraldilla. Queremos uma no Brasil também!!


Giralda Rota Amada

A torre mais popular de Sevilha continua sendo um dos símbolos mais importantes da cidade, desde os tempos medievais. Por isso, é um dos lugares must see da cidade. Se você tiver a oportunidade de visitar Sevilha não deixe de conhecer a menina bonita da cidade, La Giralda!

Beijos e boa viagem 🙂

 

03.04 2018
Destinos de inverno na América do Sul

Estamos em Abril e em breve começa a temporada de inverno no hemisfério Sul! Com isso, muitas pessoas já estão planejando viajar para destinos de inverno na América do Sul. Essa é a época perfeita para aproveitar pistas de esqui, piscinas de água quente ao ar livre e, claro, muito fondue e vinho.

Vamos dar algumas dicas de destinos de inverno para que vocês possam aproveitar essa estação do ano da melhor forma.

Bariloche (Argentina)

Bariloche é considerada o início da Patagônia argentina e é um dos destinos de inverno (neve) mais conhecidos da América do Sul. Durante a alta temporada é muito comum ver muitos brasileiros pela cidade. As pistas de esqui e os incríveis parques são ótimas opções de passeios da cidade.

tronador e ventisqueiro negro em bariloche

                                     Bariloche (Foto Viaje com Pouco)

Nossa amiga Jaque do blog Viaje com Pouco tem um conteúdo ótimo sobre Bariloche para quem estiver planejando uma viagem para lá!

Cordilheira Branca (Peru)

O Peru é conhecido pelas ruínas incas, mas lá também encontramos  a Cordilheira Branca, que é uma ótima opção de passeio para aproveitar o frio. A visita dos glaciares, montanhas de gelo e lagos azuis são algumas das opções de passeios. A melhor época para ir é do meio de outono, em maio, até a primavera, em setembro.

cordilheira branca no peru

                       Cordilheira Branca- Peru (Foto do http://pisa.tur.br/)

Farellones (Chile)

Esse é o destino perfeito para quem quer esquiar sem precisar gastar tanto! Localizada um pouco abaixo do Valle Nevado, Farellones é uma cidade que abriga estações de esqui e pousadas charmosas. Como não é o principal destino de esqui, os preços por lá costumam ser mais em conta que o Valle Nevado, por exemplo. A cidade oferece diversas opções de restaurantes e de lazer noturno.

Patagônia (Argentina e Chile)

A Patagônia pode ser visitada em dois países: Argentina e Chile. É praticamente impossível conhecer a Patagônia toda em apenas uma viagem. O ideal é fazer essa viagem em partes e ir conhecendo aos poucos cada lugar.

No lado argentino, um dos destaques é o glaciar Perito Moreno. Outras opções de ótimos lugares para visitar são as cidades de El Calafate e El Chaltén.

glaciar perito moreno

                                Glaciar Perito Moreno (Foto Viaje na Viagem)

Já no lado chileno, localizado principalmente na cidade de Puerto Natales, os viajantes mais aventureiros conseguem aproveitar bastante. Outro lugar imperdível é o Parque Nacional Torres del Paine, onde o lago grey e a Cordilheira del Paine são atrações sensacionais.

Mais dicas sobre Torres del Paine no blog Roteiros Inesquecíveis.

Portillo (Chile)

Esse complexo de esqui fica na Cordilheira dos Andes, a 164 km de Santiago. Portillo possui 34 pistas com diferentes níveis de dificuldade. Ou seja, a região é um dos centros mais equipados e com melhor infraestrutura do continente, responsável por atrair visitantes do mundo todo. O centro de esqui conta com uma equipe de  instrutores para dar orientações durante a visita ao complexo, e até uma máquina de fazer neve, que garante boas condições até mesmo fora de temporada.

 O hotel de Portillo é um dos destaques da região (reparem na cor do hotel) e tem capacidade de receber mais de 400 hóspedes.

Hotel em Portillo

                    Hotel em Portillo (Foto Viaje na Viagem)

Pucon (Chile)

Pucón está localizada a 780km ao sul da capital Santiago, na província de Cautín. Ela fica em torno do vulcão Villarrica. O cume do vulcão está a cerca de 2.800m de altitude, podendo ser visto de diversos pontos da região. (Preparem as câmeras e celulares para muitas fotos) A neve permanece na parte mais alta do vulcão durante todo o ano, mas, claro, fica em maior quantidade do inverno.

vulcão villarica em pucon

                                                  Pucon (Foto do visitchile.com)

Além disso, a cidade tem como atrações as estações de esqui, banhos em estações termais e passeios de barco sobre os lagos da região. Para quem gosta de caminhar, uma boa opção é o trekking no Parque Huerquehue. No percurso que leva aos lagos (cerca de 14km), a subida é íngrime e bem cansativa, mas tem cachoeiras ao longo do caminho e a vista lá de cima é de incrível, não só pela paisagem, mas também pelos lagos maravilhosos que estão lá em cima.

Salar de Uyuni (Bolívia)

Salar de Uyuni é o maior e mais alto deserto de sal do mundo, com 10.582 quilômetros quadrados e a 3.656 metros acima do nível médio do mar. O inverno é uma ótima opção para visitar essa região, pois é a época das secas. Nesse período, o clima fica propício para realização das atividades locais. Trilhas, montanhas, vulcões cobertos de neve, ou seja, uma série de atividades incríveis para os turistas.

Salar de Uyuni

Salar de Uyuni (Foto Lalarebelo.com)

Termas de Chillan (Chile)

Termas de Chillan fica no Sul do Chile, a 400 km de Santiago, e é uma boa opção para quem quer ver neve e conhecer um lugar não tão óbvio. O local conta com  32 pistas de esqui e snowboard, possui uma ótima infraestrutura, incluindo até iluminação especial para prática noturna.

hotel de termas de chillan

                    Termas de Chillan (Foto https://chileanski.com/por/)

O local também tem outras atrações, como: jogar paintball na neve, caminhadas com raquetes, passeios de snowmobile e de trenós puxados por malamutes do Alasca e muito mais. Lá também é possível encontrar bons restaurantes e cafés, hotéis com preços variados, cassinos e spa.

Ushuaia (Argentina)

Se vocês procurarem no mapa, vocês vão encontrar Ushuaia na ponta final da Argentina. Ela é uma das cidades mais meridionais do planeta e até no verão, as temperaturas médias por lá são muito baixas (não passam de 10ºC).

localização da cidade de ushuaia

Ushuaia no mapa

Também conhecida como capital da Terra do Fogo, a cidade é perfeita para quem procura atrações que não se restringem só às estações de esqui. Lá também encontramos atividades como patinação no gelo, caminhada com raquetes, trenós puxados por cachorros, passeios de 4×4, mergulhos nas águas geladas, trecking e entre outros.

Para os visitantes que querem esquiar, a principal estação é o Cerro Castor, que fica a cerca de 26 km do centro da cidade. Ele é composto por 31 pistas de todos os níveis.

Valle Nevado (Chile)

O Valle Nevado é uma opção excelente para ser combinada com uma viagem para Santiago. Para quem quer apenas conhecer o local, uma viagem de bate e volta é suficiente. Para aqueles que são apaixonados por neve e esportes de inverno, o ideal é se hospedar por lá.

Leia mais sobre um bate e volta para o Vale Nevado

Aproveitem as dicas e deixem suas recomendações de destinos de inverno nos comentários!

Beijos

Isabelle

Mais conhecida como Belle, carioca, 28 anos, casada e formada em Administração de Empresas. Apaixonada por conhecer novas culturas e pessoas, gastronomia e blogs. Meu sonho é conhecer cada cantinho do mundo e o meu lema é: Viagem é o único bem que compramos que nos torna mais ricos.

Glaucia

Conhecida como Gal, engenheira e cidadã do mundo. Desde criança já amava mapas e sonhava conhecer o mundo. Apaixonada por pessoas e diferentes culturas, topa qualquer tipo de destino. Muito curiosa e inquieta, daquele tipo de pessoa que se atrai pelo que é novo e diferente, está sempre planejando a próxima viagem!

        

Facebook

Instagram

Booking.com

Cotação

1
3.91

Feriados
no Brasil

< VoltarMarço 2019Próximo >
DSTQQSS
1
2
3
4
5

Carnaval

6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31