Receba nossas atualizações:

Espanha

Home > Destinos > Europa > Espanha

08.02 2019
Sevilha: Curiosidades sobre La Giralda que você não sabia!

Toda cidade turística tem seu ícone. O ícone de Sevilha e a menina dos olhos dos sevilhanos se chama Giralda. Essa torre, ao lado da Catedral de Sevilha, é sem dúvida o monumento mais conhecido e fotografado da cidade. Está na  lista de Patrimônios da Humanidade desde 1987 e foi construída durante o século XII, na era muçulmana.

La Giralda Rota Amada

Sua história e valor, tanto cultural como religioso, tornaram a Giralda num dos edifícios mais importantes da Espanha, e à primeira vista deixa uma impressão dourada e duradoura. Como tudo que tem muita história tem muita curiosidade, vamos desvendar alguns segredos dessa torre emblemática. Preparados?

De onde vem esse nome?

A pergunta que não quer calar… O nome procede da escultura que está em seu topo, beijando o céu azul de Sevilha, o Giraldillo. É uma escultura de bronze que serviu como cata-vento, girando dependendo da direção do vento, daí seu nome. Servia para simbolizar o triunfo do cristianismo sobre a fé muçulmana.

Giralda Rota Amada

El Giraldillo

A fama do Giraldillo fez a torre adotar esse nome, substituindo o nome que Fernando III havia dado depois de reconquistar Sevilha em 1248, esse nome era Triunfo da Fé Vitoriosa.
Há uma réplica do Giraldillo em uma das entradas da Catedral de Sevilla, na Puerta del Príncipe.

Referências

A Giralda foi construída durante a era muçulmana, embora a parte superior tenha sido concluída pelos cristãos. Foi inspirada na torre da Mesquita Koutoubia em Marrakech, Marrocos.

Mesquita Koutoubia Rota Amada

Mesquita Koutoubia

Reza a lenda que quando Sevilha ia se render durante a Reconquista, os muçulmanos pediram para derrubar a Giralda para que os cristãos não entrassem nela. Furioso, Alfonso X decidiu intervir e ameaçou os muçulmanos de cortar uma cabeça para cada tijolo que a Giralda tivesse. Imagina!!

Com isso os muçulmanos decidiram (sob pressão) não derrubar a torre e foram embora, deixando a Giralda intacta fazendo parte da história da cidade. Para nooossa alegria!

Leia também: O que fazer em Sevilha

Dimensões

A torre junto ao Giraldillo possui 104 metros de altura. Durante vários séculos foi a torre mais alta da Espanha e uma das mais altas da Europa. Pra você ter uma ideia, a Giralda é mais alta do que o Big Ben de Londres, e mede quase o dobro da Torre de Pisa, na Itália.

La Giralda Rota Amada

A Giralda foi o edifício mais alto de Sevilha, até que chegou um edifício polêmico: A Torre Pelli (ou Torre de Sevilha), um arranha-céu de 178 metros de altura.

La Giralda Torre de Sevilla Rota Amada

Torre de Pelli vista a partir de La Giralda

Houve uma briga judicial por bom tempo, porque discutiam se um edifício moderno e mais alto do que a Giralda afetaria os edifícios de Sevilha que são Patrimônios da Humanidade. Mas a briga acabou e as duas torres seguem em paz desempenhando suas funções.

Aparições literárias

Para subir ao topo da Giralda você tem que subir 35 rampas! O motivo delas é que o sultão gostava de subir montado a cavalo para admirar as vistas de Sevilha. Dan Brown, autor de O Código da Vinci decidiu mudar as rampas por escadas, e fez um retrato polêmico de Sevilha em seu livro “Fortaleza Digital” que se passa na cidade.

E em “Dom Quixote”, obra de Miguel de Cervantes, também há referências sobre a torre.

Leia também: Os encantos de Granada!

Sinos nomeados

A torre do sino da Giralda tem 24 sinos e cada um deles tem um nome. O sino maior e mais pesado possui mais de 5 toneladas, seu nome é Santa María Mayor.

La Giralda sinos Rota Amada

La Giralda Rota Amada campanas

Patio de los Naranjos

O lado oeste da Giralda tem vista para o Patio de los Naranjos: Um pátio paisagístico da Catedral de Sevilha, herança da mesquita almóada, cheio de pés de laranja! Em seu centro há uma fonte moderna que toma o lugar do antigo sabil.

Patio de los naranjos RotaAmada

Patio de los Naranjos

Na saída para o pátio, uma das portas da Giralda recebe o nome de “Lagarto” devido a uma lenda que trata de uma proposta de casamento rejeitada. O sultão do Egito pediu a mão da filha do rei Afonso X e lhe alguns presentes, entre os quais se destacaram um crocodilo e uma presa de elefante. Segundo a lenda, o rei rejeitou a proposta e os presentes foram enviados para a Catedral, que foram pendurados na frente da porta em questão da Giralda. Presente original, né?

giralda lagarto

La Giralda pelo mundo

E a construção da Giralda foi tão popular que serviu de referência em todo o mundo. Por exemplo, em NY havia uma réplica (mais alta do que a de Sevilha). Ficava ao lado do Madison Square Garden até ser demolida para dar lugar a um prédio de escritórios.

La Giralda de NY

La Giralda de NY

No Kansas, também há uma torre, mas é menor do que a original.
A torre sevilhana serviu também de inspiração para elaborar a Torre da Universidade de Porto Rico. Mas não termina por aqui, em Cuba há uma réplica do Giraldillo, que leva o nome de Giraldilla. Queremos uma no Brasil também!!


Giralda Rota Amada

A torre mais popular de Sevilha continua sendo um dos símbolos mais importantes da cidade, desde os tempos medievais. Por isso, é um dos lugares must see da cidade. Se você tiver a oportunidade de visitar Sevilha não deixe de conhecer a menina bonita da cidade, La Giralda!

Beijos e boa viagem 🙂

 

19.01 2018
Ponte Colgante: A inovação insuperável do século passado

Que o País Basco é um destino fascinante, cheio de monumentos, paisagens e comidas boas todo mundo sabe, mas o que mais me impressionou foi o fato dessa região tão fascinante ter só um monumento declarado Patrimônio Histórico pela UNESCO, a Puente Bizcaya também conhecida como Ponte Colgante, que recebeu o título em 2006.

Quando Bilbao entrou na rota, visitar a Ponte Colgante de cara me interessou porque sou daquele tipo de pessoa que ama exclusividade. Então eu sempre quero carimbar meu passaporte em tudo que é “a maior, a melhor, a única, a primeira”.

A Ponte fica bem próxima a Bilbao, em um povoado chamado Getxo, e une os bairros de Las Arenas e Portugalete. São 20 minutos de metrô de Bilbao até lá. Descemos na estação Arreta (em Getxo) e caminhamos 3 minutos até ela.

Foi projetada por Alberto Palácio, um arquiteto espanhol que foi aluno de Gustavo Eiffel (sim, o da torre de Paris) e sua construção se deu entre os anos de 1887 e 1893. Os trabalhos de Alberto foram reconhecidos pela busca de funcionalidade e inovação, onde o ferro era elemento principal, mas essa ponte foi sua obra mais reconhecida.

Leia também: Bate-volta Madrid Toledo

De fato, essa foi a solução mais funcional para unir os bairros que estão em suas margens sem interferir no trafego do rio. A ponte conta com um transportador suspenso, que alguns chamam de gôndola, que vai e vem levando carros e pessoas sobre a Ria de Bilbao, entre Portugalete e Las Arenas.

Se a gente fica impressionado em 2018, imagina o boom que isso foi em pleno século  19 !!

Existem duas opções para atravessá-la: Em pé, dentro do transportador que leva 1 minuto e meio para atravessar os 160 metros e chegar do outro lado, ou caminhando pela estrutura de metal que sustenta o transportador a 45 metros de altura, com direito a elevador para subir até o topo.

O passeio vale a pena e é recomendado a todos que forem a Bilbao. O estado de conservação da ponte é excelente. Impressiona como em tantos anos ela continua insuperável, segura, rápida e responsável ambientalmente, uma verdadeira obra de gênio!

Ela não chega a ser um monumento com beleza decorativa (como os turistas amam) porque é uma construção estrutural e funcional (as pessoas usam realmente como meio de transporte). Mas é um elemento histórico (que turistas amam também) que continua fazendo história nos dias de hoje.

Fora que os bairros que ela une são muito charmosos, ou seja, na minha opinião é um must see para quem visita Bilbao.


Tarifas

Em pé no transportador: 1,70 euros

Passarela: 8,00 euros

Visita guiada: 45 euros


Beijos e boa viagem! 😉

Isabelle

Mais conhecida como Belle, carioca, 28 anos, casada e formada em Administração de Empresas. Apaixonada por conhecer novas culturas e pessoas, gastronomia e blogs. Meu sonho é conhecer cada cantinho do mundo e o meu lema é: Viagem é o único bem que compramos que nos torna mais ricos.

Glaucia

Conhecida como Gal, engenheira e cidadã do mundo. Desde criança já amava mapas e sonhava conhecer o mundo. Apaixonada por pessoas e diferentes culturas, topa qualquer tipo de destino. Muito curiosa e inquieta, daquele tipo de pessoa que se atrai pelo que é novo e diferente, está sempre planejando a próxima viagem!

        

Facebook

Instagram

Booking.com

Cotação

1
3.91

Feriados
no Brasil

< VoltarMarço 2019Próximo >
DSTQQSS
1
2
3
4
5

Carnaval

6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31