Receba nossas atualizações:

Itália

Home > Destinos > Europa > Itália

08.06 2017
Milão

Que alegria poder falar sobre a primeira cidade que visitamos na Itália, Milão. Era um sonho antigo conhecer essa cidade tão famosa por ser uma das capitais da Moda no mundo e a experiência não poderia ter sido melhor. A primeira impressão foi incrível, pois ela é uma cidade linda e muito imponente, mas que ainda abriga um certo ar de cidade menor.

Milão, que é capital da Lombardia, é a segunda maior cidade do país e uma das mais visitadas, então não pode faltar em nenhum roteiro pela Itália. Ela tem um rico patrimônio cultural e possui uma culinária riquíssima em pratos variados, além de ter originado comidas famosas, como o bolo de Natal e o Panetone.

Nesse post vamos falar sobre alguns lugares que visitamos na cidade e que são imperdíveis! (Já falamos em um post anterior sobre o hotel que nos hospedamos, então se você estiver procurando uma ótima dica de hospedagem em Milão basta conferir o nosso post para descobrir. Para reservar o hotel, lembrem-se do nosso site queridinho, o Booking.)

Duomo

Quando decidimos que Milão faria parte do nosso roteiro, a primeira coisa que pensamos foi que a Duomo seria o primeiro lugar que visitaríamos, afinal ela é um dos principais símbolos da cidade. Foi uma ótima escolha, pois ela deu mais ânimo pra conhecer cada detalhes da cidade.

IMG_5507

Ela fica na praça central da cidade e é sede da Arquidiocese de Milão, além de ser uma das mais famosas e em estilo gótico da Europa. A sensação de olhar pela primeira vez para a catedral é indescritível! A riqueza de detalhes e a sua imponência impressionam a todos os visitantes.  

IMG_5512

Como chegar? Metrô, estação Duomo.

Galeria Vittorio Emanuele

É impossível pensar em Milão e não lembrar da imagem da Galeria Vittorio Emanuele, que fica na mesma praça da Duomo. Ela é uma das construções mais importantes da cidade e foi idealizada para conectar a catedral ao teatro Scala

IMG_5710

Além da sua beleza, a galeria é considerada uma das sedes das compras de luxo da cidade, abrigando lojas de marcas famosas, assim como cafés, restaurantes históricos e livrarias históricas. (Todos os estabelecimentos da galeria devem ter seus nomes escritos do lado de fora em dourado com fundo preto.)

Façam a visita com calma e apreciando todos os detalhes da arquitetura do lugar e olhando para o teto também. Não se esqueçam de passar pelo touro em mosaico no chão e de pisar com o calcanhar do pé direito nos testículos dele dando 3 voltas inteiras. Como assim? Isso mesmo! Dizem que dá sorte, então não vamos desperdiçar a oportunidade. (Não fiquem com vergonha! Todo mundo faz!)

Como chegar? Metrô, estação Duomo.

Última Ceia

Um dos pontos altos de Milão é a Última Ceia, uma obra emblemática de Leonardo da Vinci que está disponível para visitação em Milão.

santa ceia

Uma ponto importante que deve ser resolvido logo no início do planejamento da viagem é o ingresso da Santa Ceia, pois ele é muito disputado e esgota! Ir a Milão e não visitar a Santa Ceia seria imperdoável para nós e como estávamos em um grupo de 8 pessoas o risco era grande, pois as visitas são organizadas em grupos de 25/30 pessoas que entram por apenas 15 minutos. No fim, as portas se abrem e o grupo precisa a sair.

Quando entramos na bilheteria online para comprar os ingressos ficamos desesperados, pois realmente não tinham mais ingressos disponíveis para os dias que estaríamos em Milão.

Então descobrimos uma alternativa que salvou a nossa vida! A bilheteria telefônica (00 39 02 92800360, escolhemos a opção de atendimento em inglês) tinha ingressos disponíveis e conseguimos 8 entradas para o mesmo horário.  O preço do ingresso (10 euros + 2 euros de taxa de reserva) é o mesmo, então foi uma excelente solução para o nosso problema!

Como chegar? Saindo do Castelo Sforzesco é possível ir a pé ou as estações de metrô mais próximas são Cadorna e Conciliazione.

Castelo Sforzesco + Parque Sempione + Arco della Pace

Nada melhor que conhecer mais de um ponto turístico em um mesmo passeio e o combo Castelo Sforzesco, Parque Sempione e Arco della Pacce é exatamente assim.

O Castello Sforzesco é um antigo monumento da cidade, com sete séculos de história, que começou a ser construído entre os anos 1360 e 1370 por Galeazo Il Visconti para se defender dos seus inimigos. Os sucessores de Galeazo, Gian Galeazzo e Fillipo Maria, deram continuidade ao seu projeto, porém Fillipo Maria, o último da dinastia Visconti, morreu sem deixar herdeiros e com a proclamação da República Ambrosiana, o castelo foi praticamente demolido. Alguns anos mais tarde começou a ser reconstruído pelo general Francisco Sforza ( marido de Bianca Maria, filha única e ilegítima de Fillipo Maria.

IMG_5566

Depois disso, o castelo ainda foi alvo de disputas entre diversas forças, mas no fim com a Unificação da Itália o castelo foi restaurado e reconstruído, se tornando um importante centro de arte, história e cultura.

Atualmente, os visitantes podem visitar os seus inúmeros museus. O mais famoso é o Museu de Arte Antiga, situado na Corte Ducal, e nele é possível encontrar uma das poucas obras que Da Vinci deixou em Milão, além da Santa Ceia, a Sala delle Asse.

IMG_5583

Para os amantes de arte, também é possível visitar a escultura Pietà Rondanini, de Michelangelo, que antes ficava exposta no Museu de Arte Antiga, mas agora está em um lugar apenas para ela, na Enfermaria Espanhola da Praça das Armas (lembrando que o bilhete é separado).

Atrás do castelo encontramos o Parque Sempione, que foi projetado por Emilio Alemagna e começou a ser construído em 1890. Com 386 mil metros quadrados é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, sendo muito frequentado pelos moradores da cidade que querem praticar atividades físicas ou apenas ficar deitados na grama aproveitando o período mais quente do ano.

IMG_5585

Ao caminhar pelo parque encontramos também o Arco della Pace, que teve a sua construção iniciada em 1806 sob o comando do arquiteto Luigi Cagnola, mas a obra não foi concluída durante o governo de Napoleão. Em 1826, o Imperador Franz Josef I da Áustria, ordenou que a construção do arco fosse concluída e dedicada à paz, que foi restaurada em 1815, quando Napoleão foi derrotado e expulso do poder.

IMG_5595

Como chegar? Estações de metrô: Cadorna, Cairoli, Lanza ou Moscova

Navigli

Quando falamos sobre programação noturna em Milão é muito comum encontrar muitas informações sobre Navigli, afinal o bairro é famoso por abrigar bares, restaurantes, sorveterias, lojinhas, além de ser cortado por canais. Ou seja, puro charme!

navigli 1

O bairro também é muito conhecido pelo “aperitivo” que é oferecido em alguns estabelecimentos. Ele pode ser comparado ao nosso Happy Hour, mas funciona de outra forma: o cliente paga a bebida e pode se servir à vontade no buffet (que normalmente é composto por frios, alguns tipos de massa, pães e entre outras opções). Essa é uma ótima dica para quem quer economizar nas refeições.

IMG_2059

Na primeira noite na cidade, nós optamos por sair para jantar em Navigli e após ler algumas dicas na internet escolhemos o restaurante Fabricca Pizzeria. Adoramos!! Os preços eram bons, a comida deliciosa, o vinho da casa muito saboroso (e com preço ótimo), ou seja, uma noite muito agradável que foi o ponto de partida de uma viagem sensacional.

IMG_5433

fabricca pizzaria 1

Nós estávamos hospedados perto da estação de trem Milano Centrale, então para chegar até Navigli pegamos o metrô e saltamos na Estação Porta Genova (Linha 2 – verde).

Bate e volta – Lago di Como

Já postamos no blog sobre o nosso bate e volta para o Lago di Como, então se quiser saber mais detalhes sobre esse passeio incrível basta acessar o link: Bate e Volta – Lago di Como.

                       IMG_5756  IMG_5693

Espero que tenham gostado das dicas!

Beijos

26.12 2017
Lago di Como – bate e volta

Em Novembro voltamos da nossa viagem incrível pela Itália e, claro, vamos dar todas as dicas por aqui, então também fiquem atentos aos próximos posts!

Hoje vamos falar sobre um lugar muito especial e que estava na minha lista de top destinos há algum tempo, o Lago de Como. Ele é um lago que fica na Lombardia, entre os Alpes e o vale do rio Pó (perto da divisa com a Suíça), tem uma área de 146 km² e é o terceiro maior lago do país, depois do lago de Garda e do lago Maggiore. O nome original é Lago di Lario, mas hoje é conhecido como Lago de Como, que é a cidade mais populosa da região (cerca de 85 mil habitantes).

italia-1

No verão, o Lago se torna um dos destinos mais procurados da Europa, então se você está pensando em ir nessa época é preciso se planejar, pois os hotéis ficam lotados e os preços aumentam.

Ao decidir que Milão seria a primeira cidade que visitaríamos, logo pensei que seria uma ótima oportunidade de conhecer o Lago de Como, afinal ele fica a cerca de 1 horinha de distância. Por isso, decidimos fazer um passeio de bate e volta e foi uma ótima escolha!

italia-5

Como chegar (saindo de Milão):

1. Trem: Basta ir até a estação Milano Centrale e comprar o bilhete nas máquinas ou no guichê para “Como” (não digitar “Lago” nas máquinas) e depois escolher “Como S. Giovanini”. Ao chegar a estação de trem de Como basta seguir a pé até a Piazza Cavour e lá você já avistará a bilheteria para comprar a passagem para o barco que faz o transporte pelo lago.

Dica: Comprar o bilhete de trem de volta para Milão assim que chegar a estação de Como.

2. Carro: Pegar a estrada A9 Milano-Como-Chiasso que, depois de cerca de meia hora (50 Km) você estará em Como, então basta procurar um estacionamento ou uma vaga nas áreas onde é permitido parar o carro (há uma linha azul pintada no chão, se a linha for amarela não estacione, essas vagas são destinadas aos moradores de Como) e comprar o bilhete da zona azul na máquina.

mapa-lake-como

Trajeto: Como para Bellagio (barco)

Quando ir?

A melhor época do ano, sem dúvidas, é nos meses mais quentes (de abril até o final de outubro). Nesses meses é muito comum encontrar pessoas praticando esportes aquáticos (kitesurf, windsurf,…) e aproveitando as piscinas dos hotéis.

Nós fomos no início de Novembro e já estava friozinho, mas isso não nos impediu de aproveitar muito! Nesse período o Lago não estava cheio de turistas, então passeamos tranquilamente, não encontramos os restaurantes lotados e não tivemos problemas para comprar os bilhetes para o barco nos melhores horários.

italia-9

O que visitar?

O passeio de barco em si já é lindo e vale a visita, mas claro que nós não ficaríamos satisfeitos se não conhecêssemos pelo menos uma das cidades. No caso de um passeio de bate e volta como o nosso, o ideal é selecionar duas  cidades para visitar, mas o lago oferece diversas cidadezinhas lindas para serem exploradas. Nessas cidades encontramos muitos palácios, igrejinhas, restaurantes e lojinhas, além da beleza de ficarem situadas na beira do lago. Um final de tarde sentado na beira do lago vendo o pôr do sol é um passeio imperdível!!

italia-7

A primeira cidade a ser visitada é Como, que é por onde os visitantes chegam para pegar o barco e dar início ao passeio. Além da cidade ser linda também é um importante centro industrial ao lado de Milão, sendo conhecida principalmente por sua antiga manufatura de seda.

Além de Como, a cidade mais visitada é Bellagio, que foi a nossa escolha para conhecer (não tivemos tempo para conhecer outras cidades). O trajeto de barco até lá durou quase 2 horas, pois o barco foi parando nas outras cidades pelo caminho. Essa cidade é famosa por seu charme, sua localização no  Lago e sua forma de “Y” invertido.

Ao chegar na cidade, na beira do porto, o visitante já encontra vários restaurantes e uma orla linda para passear, mas o melhor é começar a explorar a cidade visitando o centrinho medieval, subir as escadarias e as ruelas para realmente conhecer a beleza da cidade.

italia-2

Nós compramos o bilhete de barco especificamente para Bellagio, mas quem optar por visitar mais de uma cidade basta se informar sobre o bilhete de livre circulação que vale pelo dia todo.  Na volta nós decidimos pegar por um barco que nos levou direto para a cidade de Como, sem nenhuma parada no percurso, e a viagem durou cerca de 1 hora (excelente opção para economizar tempo).

italia-8

Espero que tenham gostado das dicas desse lugar incrível.

Beijos

Isabelle

Mais conhecida como Belle, carioca, 26 anos, casada e formada em Administração de Empresas. Apaixonada por conhecer novas culturas e pessoas, gastronomia e blogs. Meu sonho é conhecer cada cantinho do mundo e o meu lema é: Viagem é o único bem que compramos que nos torna mais ricos.

Glaucia

Conhecida como Gal, engenheira, carioca na certidão, mas cidadã do mundo no coração. Desde criança já amava mapas e sonhava conhecer o mundo! Apaixonada por pessoas e diferentes culturas, topa qualquer tipo de destino. Muito curiosa e inquieta, daquele tipo de pessoa que se atrai pelo que é novo e diferente, está sempre planejando a próxima viagem!

        

Facebook

Instagram

Booking.com

Cotação

1
3.14

Feriados
no Brasil

DSTQQSS
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31