Receba nossas atualizações:

07.08 2017
Holambra – Bate e Volta

Há muito tempo planejávamos uma visita a Holambra, colônia holandesa, que faz parte da microrregião de Campinas, São Paulo. Ela foi fundada em 1991 e seu nome se deve a junção das palavras Holanda, América e Brasil.

A cidade se destaca por sua qualidade de vida e pelo melhor índice de segurança do país. Ponto positivo para essa cidade encantadora! Além disso, Holambra também se destaca como o maior centro de produção de flores e plantas ornamentais da América Latina.  Aposto que muitos não sabiam dessa fama ainda!

portal da cidade de holambra

Ela é considerada oficialmente uma estância turística (título concedido pelo governo de São Paulo a municípios que apresentem características turísticas e determinados requisitos. Elas devem dispor de infra-estrutura e serviços direcionados à atividade turística. Os municípios com este status podem receber aportes financeiros específicos para incentivo ao turismo) e anualmente promove a maior exposição de flores da América Latina, a Expoflora.

rua do boulevard holandes

Expoflora

Essa exposição é realizada anualmente desde 1981 (sempre em Setembro) e é a maior exposição de flores e plantas da América Latina. O evento é enorme e atrai anualmente cerca de 300.000 visitantes. Ou seja, se você está pensando em visitar a cidade nessa época, então você deve se planejar com antecedência (reservar hotel, passeios, passagem).

O principal objetivo da exposição é a divulgação da cultura holandesa de diversas formas. Além disso, ela também destaca o trabalho desenvolvido pelos imigrantes ou por seus familiares nas atividades rurais no município. A cultura é uma questão muito importante na cidade, uma prova disso é o decreto que determina um desconto no IPTU do imóvel que possuir traços arquitetônicos em suas fachadas frontais e laterais que guardem características típicas holandesas. Adoramos essa iniciativa!

flores em estufa com sol ao fundo

Como chegar

**Saindo de São Paulo

Para quem mora em São Paulo é fácil fazer um bate e volta para Holambra, que foi o nosso caso. A cidade está situada a cerca de 130 km de distância (equivalente a 1h e 50 min). Claro, que os visitantes com mais tempo  disponível podem ficar hospedados na cidade e aproveitar um pouco mais do clima holandês!

Leia mais: Reserva de hotel

**Saindo de outras cidades

Para quem vem de outros estados do Brasil, a melhor opção é o aeroporto de Campinas, que fica localizado a cerca de 60 km de Holambra. De lá, as melhores opções para os visitantes são: alugar um carro ou reservar um transfer.

Leia mais: Google Voos

O que fazer

**Boulevard Holandês

O Boulevard Holandês fica na Rua Dória Vasconcelos, que foi transformada em um boulevard (ou calçadão) para fortalecer o turismo em Holambra. Ele é um dos principais pontos turísticos da cidade e um lugar muito agrádavel para passear. Lá encontramos dois dos restaurantes mais famosos da cidade, Martin Holandesa e Casa Bela, além de algumas lojinhas de artesanato e casas de doces.

casas coloridas do boulevard holandes

**Campos de Flores

Esse é o passeio mais esperado da cidade e isso se justifica pela beleza dos campos de flores. A primeira coisa que vocês devem saber é que esse passeio precisa ser reservado com uma agência credenciada. Isso mesmo! Os campos de flores não ficam abertos para visitação.

campo de flores coloridas em holambra

Logo no portal da cidade, quando paramos para tirar fotos, nós pegamos um mapa de Holambra e algumas informações. Nesse material, encontramos o contato dos guias credenciados para fazer esse tour. Nós escolhemos a empresa Real Holambra (contatos: Armando e Marcelo, sócios da empresa).

flores em estufa em holambra

Nossa passeio foi um city tour + a visitação aos campos de flores. Nós conhecemos duas produções de flores e plantas: uma propriedade de gérberas (em estufas) e uma propriedade de crisântemos em campos e estufas. Nesta propriedade também encontramos estufas de lisiantos e campo de rosas vermelhas.

Infelizmente não conhecemos nenhum campo de girassóis, pois eles haviam sido colhidos uma semana antes da nossa visita. Então se vocês quiserem ver alguma coisa específica liguem antes para se informar! Com certeza, nós voltaremos para ver os famosos girassóis e tirar muitas fotos.

campo de flores em holambra

Dica: usem um tênis velhinho, pois é irresistível tirar fotos no meio dos campos de flores, mas esse espaço é de terra e fica cheio de lama. (experiência de quem não pensou nisso e estava usando tênis branco. Desastre total!!)

**Moinho Povos Unidos

Vocês já devem ter visto diversas fotos desse moinho, afinal é um dos símbolos da cidade. (Tiramos diversas fotos, afinal é irresistível para um viajante não ter diversos clicks em um lugar tão lindo.) Ele é uma cópia dos tradicionais moinhos holandeses e foi construído pelo arquiteto holandês Jan Heidra. O Moinho Povos Unidos tem 38,5 metros de altura e funciona pela força dos ventos e moendo grãos. Lá possível obter informações turísticas por meio do atendimento no Serviço de Apoio ao Turista, que está localizado dentro do moinho.

moinho povos unidos com ceu azul de fundo

Onde Comer

**Martin Holandesa

Se você já pesquisou sobre Holambra, então o restaurante Martin Holandesa já apareceu nas buscas, afinal é um dos mais conhecidos da cidade. Ele fica no Boulevard Holandês e foi a nossa escolha para o almoço. Como nós queríamos provar mais de um item do cardápio, resolvemos pedir um combinado para experimentar mais opções!

linguiça batatas e croquetes do martin holandesa

**Casa Bela

O Casa Bela é outro restaurante famoso da cidade. Infelizmente, nós não tivemos a oportunidade de visitar, mas vamos voltar na nossa próxima visita! O restaurante é super charmoso, com algumas mesinhas do lado de fora e serve comidas típicas da Holanda.

**Confeitaria Zoet en Zout

Essa é a confeitaria mais famosa da cidade e nós não poderíamos deixar de provar alguns dos doces mais famosos. Nós escolhemos apfelstrudel e uma torta de baunilha. Na verdade, nós queríamos provar o stroopwafel especificamente, que é um biscoito de origem holandesa. Ele significa “waffle com calda” e é formado por duas finas partes de massa em forma de disco.

apfelstrudel da confeitaria zoet en zout

torta de baunilha da confeitaria zoet en zout

Valeu muito a pena provar!! Amamos o stroopwafel da Confeitaria Zoet en Zut e levamos para comer em casa!

**The Old Dutch

Nós não visitamos o The Old Dutch, mas lemos várias indicações em outros sites, então quem tiver mais tempo na cidade, por favor, vistem e nos contem a experiência de vocês.

campo de flores coloridas em holambra

Quem já conhece Holambra pode nos contar sobre a experiência de visitar essa cidade linda nos comentários! Adoraremos ler e quem sabe já anotamos dicas para a próxima visita.

Beijos

31.07 2017
Hotel Claridge Madrid

Madrid é uma daquelas cidades que desafiam suas expectativas em todos os sentidos. Viva, jovem, vibrante, amigável e deslumbrante!

Se você ainda não esteve na Espanha, agora é a hora. Aliás, acho que não tem tempo ruim pra visitar Madrid, em especial. Quando tive a chance de visitar a capital espanhola me apaixonei, e um dos pontos altos da minha viagem foi ficar em uma boa acomodação.

Localizado no bairro do Retiro, o Hotel Claridge abriu as portas em 1967, mas passou por uma grande reforma em 2012, quando se tornou um hotel boutique 4 estrelas.

O Hotel

Eu amei a atmosfera clássica e chique que é evidente em toda a propriedade. O Hotel está bem à altura das estrelas que ostenta, não deixando a desejar em nenhuma das amenidades que se esperam de sua categoria: Bom atendimento, ótima localização, conforto e requinte.

Há uma academia onde os hóspedes podem malhar gratuitamente. Segundo eles, um espaço concebido para o exercício e esquecer o stress, com máquinas individuais e atividades coletivas.

O Hotel fica na Plaza de Conde de Casal, há uma estação de metrô bem nessa praça e a ele fica a poucos minutos de caminhada do lindo parque do Retiro.

Os quartos

Existem 114 quartos no Hotel Claridge Madrid, fiquei numa suíte standard dupla que superou as minhas expectativas com uma cama king-size (amooo)!!

O quarto tinha espaço suficiente para se espalhar, as pessoas espaçosas entendem como isso é importante. O WIFI é super potente, frigobar com opções padrão, TV com vários canais, banheiro espaçoso, claro, arejado e com todas as comodidades necessárias…

Ahhh, sem esquecer do chuveiro maravilhoso. Sabe aquele jato de água que dá massagem no seu couro cabeludo? Tipo isso…

Os quartos também têm mesas com muito espaço, o que é sempre uma vantagem quando você está viajando a trabalho ou precisa despachar algumas coisinhas antes de turistar.

As incríveis janelas do chão ao teto são coisas mais que eu amo num quarto. Você pode olhar para a cidade inteira e ter uma noção de como está o clima lá fora.

Leia também: Bate-volta Madrid Toledo

A comida

Como o café da manhã não fazia parte da nossa reserva (grande parte dos hotéis em Madrid cobram o café da manhã à parte), nós preferimos ganhar tempo e comer na rua, pois tínhamos pouco tempo na cidade. Infelizmente não sei se o buffet de café da manhã era bom.

Mas vi que o hotel serve um brunch aos domingos das 11 às 16h, por 16 euros. Achei o preço bem justo. Você pode consultar o menu completo aqui.

O hotel conta com transporte de/para o aeroporto (disponível 24h), há estacionamento no local e um ponto de táxi bem do outro lado da rua.


Mais Informações***

Hotel: Hotel Claridge Madrid

Localização: Plaza Conde de Casal, 6

Alojamento: Duplo Standard

Faixa de preço:  120 – 150 €.


Como chegar até o Hotel Claridge em Madrid:

  • Estando na Praça Colón pegar, o ônibus 14 e descer na Plaza Conde de Casal;
  • Do aeroporto Barajas, Metrô (aeroporto/Mar de Cristal/Av. América, até estação Conde Casal).

Beijos, boa viagem! 😉

 

        

Facebook

Instagram

Booking.com

Cotação

1
3.26

Feriados
no Brasil

< VoltarNovembro 2017Próximo >
DSTQQSS
1
2

Finados

3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15

Proclamação da República

16
17
18
19
20

Consciência Negra

21
22
23
24
25
26
27
28
29
30