Receba nossas atualizações:

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Entendi!

Santiago – o que fazer?

Home > Destinos > América do Sul > Chile > Santiago – o que fazer?

18.08 2016
Santiago – o que fazer?
16

Santiago é a capital do Chile e uma cidade que recebe muitos visitantes durante todo o ano. Nós temos um caso de amor com essa cidade (com o país todo na verdade) depois de 2 visitas. Acho que, por isso, não cansamos nunca de falar sobre ela.

Além disso, com a alta do dólar muitos brasileiros buscam opções mais baratas para não deixar de viajar. O Chile, com certeza, é uma delas, seja pela proximidade, pelos preços mais atrativos ou pelas suas atrações.

Quem viaja para Santiago já recebe um grande presente antes mesmo do avião pousar no aeroporto (especialmente no inverno), uma vista da Cordilheira de tirar o fôlego.

vista da cordilheira pela janela do aviao

Nesse post trazemos dicas e sugestões de locais para conhecer em uma visita à cidade.

Leia mais: Valle Nevado – bate e volta

1. Free Tour

Para começar a viagem e conhecer alguns pontos turísticos em pouco tempo uma boa dica é fazer o “Free Tour”. Nele você vai conhecer a Plaza das Armas, Palacio La Moneda, as ruas do centro, a catedral de Santiago, Casa de Pablo Neruda, Plaza Italia, ou seja, grande parte dos pontos turísticos da cidade. Nós fizemos esse passeio e adoramos! É uma ótima maneira de conhecer a cidade em pouco (dura cerca de 4 horas) e é todo a pé. Além disso, o guia conta a história do Chile ao longo do caminho.

Ele é chamado de free tour porque ele pode ser de graça. Como assim?? Na verdade no final do tour o guia sugere um valor, que era de 5 mil pesos (equivale a 25 reais), mas você pode pagar o quanto você quiser, menos ou mais (é sério, realmente funciona). Não é necessário reservar com antecedência, basta chegar no horário e local marcado e começar a acompanhar o guia.

O passeio pode ser em inglês, espanhol ou até em português, por isso, é bom verificar antes caso vocês não falem alguma das línguas. São 2 horários todos os dias, às 10:00 e às 15:00. O ponto de encontro é em frente à Catedral de Santiago que fica na Plaza das Armas. O guia usa uma blusa vermelha que está escrito “Free Tour”, então é fácil de encontrar.

Como todo o comércio fica fechado aos domingos, o ideal é escolher outro dia para fazer esse tour.  Segue o site da empresa para mais detalhes: http://freetoursantiago.cl/portada.html

2. Cerro San Cristóbal

Esse passeio é imperdível, pois nele encontramos a melhor vista da cidade e também da cordilheira (preparem as câmeras e celulares para as milhões de fotos).

Para chegar lá o ideal é ir de metrô e saltar na estação de Baquedano, ao saltar vocês vão passar pela Plaza Italia e depois seguir pela Rua Pio Nono e no final dela vão chegar lá. Nessa rua também encontramos o Patio Bellavista, que é um shopping aberto com muitos restaurantes e bares! Vale a pena ir lá à noite. Para chegar ao cerro você sobe em um funicular/bondinho e o preço para subir é bem acessível (o ticket custa 1.800 pesos, cerca de 9 reais).

vista de santiago do cerro san cristobal

3. Cerro Santa Lucía

Esse é o outro cerro da cidade que também tem uma vista legal, mas não tão boa quanto do cerro San Cristóbal e tem muitos degraus, então preparem-se!! O parque tem monumentos e jardins lindos e outra vantagem é que a entrada é grátis.

casa do cerro santa lucia

4. Mercado Central

A maior parte das cidades grandes tem um Mercado Municipal e normalmente vale a visita, pois encontramos muitas comidas típicas. No caso do Mercado Central de Santiago é possível provar peixes, frutos do mar, frutas e verduras. Mas a principal atração é a Centolla, um dos pratos mais famosos do Chile. Ela é um pouco cara, então algumas pessoas optam por comer a empanada de centolla e conseguem provar essa iguaria por um preço bem mais acessível.

5. Palacio La Moneda

Como já falamos anteriormente é possível conhecer o Palacio La Moneda (sede da Presidência) durante o Free Tour, mas ele é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade, então vale a pena voltar mais uma vez para conhecer com mais detalhes.

Lá acontece uma troca de guarda em dias alternados às 10 horas. Quando nós fomos, não foi possível assistir, pois a parte externa do palácio estava em obras e, por isso, a troca de guarda estava suspensa. Além disso, existe também uma visita pela parte interna, que deve ser agendada pelo site. Segue o link: http://visitasguiadas.presidencia.cl/

palacio la moneda em santiago

6. Parque Bicentenario

Uma ótima opção para quem tiver um pouco mais de tempo em Santiago! Ele fica no bairro de Vitacura e é uma das maiores áreas verdes da cidade, perfeito para um piquenique e uma ótima opção para quem está viajando com crianças (o parque tem área de lazer infantil, trilhas para andar de bicicleta e caminhar).

Dentro do parque também encontramos um restaurante super agradável, o Mestizo, que fica na entrada norte do parque.

Como chegar: as duas melhores opções são táxi ou metrô (estações El Golf ou Tobalaba) + caminha de cerca de 20 minutos.

vista do parque bicentenario com costanera ao fundo

7. Museu da Memória e dos Direitos Humanos

O museu fica ao lado da Praça Quinta Normal (estação de metrô: Quinta Normal) e tem como objetivo dar visibilidade às violações dos direitos humanos cometidas pelo Estado de Chile entre 1973 e  1990. Além disso, ele chama atenção para a violência contra os direitos humanos no mundo inteiro, com a exposição na entrada de diversos relatórios de comissões designadas para apurar as violações.

Dentro do museu encontramos documentos, materiais multimídia, fotos, cartas e outros recursos, que nos levam a um passeio pela história.

8. Concha y Toro

O Chile é um dos grandes produtores de vinho no mundo, por isso, o turismo e o vinho estão diretamente ligados. A maior parte das vinícolas são abertas para visitação e degustação dos vinhos.

Concha y Toro é a vinícola mais famosa, por isso, é importante agendar a visita com pelo menos 24 horas de antecedência (nós agendamos antes para não correr o risco de não ter vaga) . O tour tradicional custa 12.000 pesos (ou 19 dólares) e tem duração de cerca de 1 hora.

A rota do passeio inclui: parques, jardins e a parte externa da residência da família; jardim de variedades de uva e vinhedo; degustação de vinho; visita às bodegas de guarda e a centenária Casilero del Diablo; e a taça de vinho de presente.

taça vinho concha y toro

9. Compras

Para os amantes de compras a cidade tem algumas ótimas opções!

  • Paseo Ahumada – rua mais famosa de compras na área central de Santiago, com as lojas de departamento mais famosas, como a Falabella. (Como chegar: metrô estações Plaza das Armas ou Universidad de Chile)
  • Costanera – o melhor shopping, na nossa opinião. São 6 andares de lojas, incluíndo as lojas de departamento mais famosas, praça de alimentação com muitas opções e até um mercado (Jumbo). (Como chegar: metrô estação Tobalaba)
  • Parque Arauco – é um shopping delicioso para passear, pois ele possui uma grande área externa com  bons restaurantes. Além das lojas de departamento já conhecidas, é nele que encontramos uma ala com lojas de luxo (Carolina Herrera, Dolce e Gabanna,…). (Como chegar: não encontramos uma estação de metrô tão próxima, então optamos por ir de taxi)
  • Outlets – Não é como estar em Orlando, mas Santiago também tem outlets. As opções são Buenaventura Premium Outlet (http://www.buenaventurapremium.cl/) e na cidade de Santiago mesmo encontramos os outlets Adidas e Nike.

10. Bebidas típicas

  • Pisco Sour – não vamos entrar na questão sobre a origem do Pisco, afinal existe essa pendência entre o Chile e o Peru. Para nós, turistas, o importante é experimentar tudo que o local visitado nos oferece. O importante é que ele é um drink delicioso e fácil de ser encontrado, pois deve ser vendido em todos os restaurantes do Chile (não deixem de provar). Fomos a um restaurante maravilhoso que fica no bairro de Las Condes (onde estávamos hospedados) e descobrimos que o pisco de lá é maravilho, o melhor que provamos. O nome do restaurante é KM0 (quilômetro 0) (http://www.kilometro0.cl/) e fica no subsolo do Hotel W. (Dica: o ceviche servido por eles é maravilhoso).pisco bebida tradicional do chile e do peru
  • Mote con Huesillos – é uma bebida típica, que é vendida na rua em carrocinhas. A bebida é um tipo de chá com grãos de trigo cozidos, pêssegos desidratados e um aroma de canela . É servida gelada e com uma colher – para comer o trigo e os pêssegos.mote con huesillos bebida tradicional chile

Santiago oferece muitas atrações e é impossível não ter vontade de voltar!! Em um próximo post falaremos sobre o passeio de bate e volta ao Valle Nevado.

Beijos

 

  • Pingback: Rota Amada()

  • Manuela

    Umas das coisas mais bacanas de Santiago é que, além de ter várias coisas para conhecer na cidade, é possível fazer passeios incríveis com pouco mais de uma hora de carro. Adoro!

  • Anna Claudia Rodrigues

    Que delícia relembrar Santiago com você! Fiz um roteiro muito parecido com o seu. Acho que só não fui no Parque Bicentenario… Hummm, bateu uma saudade do pisco sour – seja no Peru ou no Chile, sempre uma ótima opção!

  • Flavia

    mais um post bem objetivo dos passeios por Santiago. Ainda quero conhecer porque acho o lugar fantástico e também porque amo vinhos. E o Mote con Huesillos? que delicia de bebida e super diferente, né? Já favoritei o post!

  • Aninha Lima

    Ai, que cidade mais amada! estou indo para o Chile na lua de mel e vou passar a virada do ano em Santiago!! Só não fui conhecer o mercado central pois teinho um pouco de preguiça das pessoas nos abordando nesses lugares… mas quem sabe não é dessa vez??

  • Gostoso de mais matar a saudade de Santiago! Assino embaixo nas dicas. E que vontade de tomar um Pisco Sour e o mote com huesillos!

  • Jaqueline Caixeta

    Poxa eu fiquei tão pouco tempo em Santiago que não deu pra fazer tanta coisa legal. E pior: só chovia haha preciso voltar! Amei o post!

  • Erik Trovão Diniz

    Ótimo relato! Já conheci Santiago e a maioria destas atrações, mas já faz tempo. Amo a cidade (muito mais do que Buenos Aires) e sempre quis retornar. Passarei uma noite por lá no próximo mês de fevereiro e, infelizmente, terei apenas uma manhã para passear um pouco. Estou com muita dúvida do que priorizar, mas seu post me ajudou a organizar melhor as lembranças que tinha da cidade para poder decidir onde ir.

  • Alexandre Nunes

    ah, um destino lindo demais. Fui uma vez p Santiago e Atacama e morro de saudades, é um dos locais que pretendo voltar, pois n deu p fazer tudo que planejava. Abraços

  • N. Netto

    Ah, que legal! Chegamos ate a fronteira com o Chile, mas nao fomos. Talvez perdemos um pouco, pois ouco coisas maravilhosas do Chile! Talvez um dia!

  • Paulo Venoso Costa

    Todo mundo fala bem do chile, ainda não tive a oportunidade de conhecer, pretendo ir ano que vem, esse Cerro San Cristóbal já vi algumas fotos e me surpreendo toda vez que vejo, que visual lindo, sem contar os passeios pelas vinícolas, quero conhecer esse Concha y Toro, gosto desses lugares que produzem os vinhos, adorei as dicas.

  • Quantas saudades de Santiago! Vejo uma mudança linda da cidade quando leio os posts de recentes visitantes a cidade.
    Com certeza, é uma ótima opção de destino: custo baixo de hospedagem e passagem aérea.
    O FREE Tour é quase que um passeio obrigatório nas grandes cidades. Assim, o visitante pode entender de uma forma geral, como o país é construído: política, religião e cidadania. Sem contar, que você pode entrar em contato direto com os cidadãos locais. Show!

  • Renata Sucena

    Santiago é uma delícia, amei o parque Bicentenário e o restaurante Mestizo. To sempre querendo voltar pra ir pro Vale Nevado, talvez ano que vem!! 🙂

  • Aline Laudelina Pires

    Amei o post. Tenho muito vontade de conhecer o Chile e as dicas do que fazer são ótimas. Agora vou te contar uma coisa e promete não morrer de rir? Achei que o pêssego desidratado do drink era um cérebro e ri sozinha depois que li o que era.

  • Como uma de nossas primeiras viagens, Santiago evoca emoções, haha! Fizemos muito do que citaram nesse post. Só não visitamos o Parque Bicentenário, infelizmente! Mas adoramos e reforçamos: também recomendamos! Destaque para os Free Tour e os dois cerros. Achamos o Santa Lúcia lindo demais (embora precisasse de um pouco de reforma quando fomos).

  • Pingback: Rota Amada()

Isabelle

Mais conhecida como Belle, carioca, 28 anos, casada e formada em Administração de Empresas. Apaixonada por conhecer novas culturas e pessoas, gastronomia e blogs. Meu sonho é conhecer cada cantinho do mundo e o meu lema é: Viagem é o único bem que compramos que nos torna mais ricos.

Glaucia

Conhecida como Gal, engenheira e cidadã do mundo. Desde criança já amava mapas e sonhava conhecer o mundo. Apaixonada por pessoas e diferentes culturas, topa qualquer tipo de destino. Muito curiosa e inquieta, daquele tipo de pessoa que se atrai pelo que é novo e diferente, está sempre planejando a próxima viagem!

        

Facebook

Instagram

Booking.com

Cotação

1
5.57

Feriados
no Brasil

< VoltarOutubro 2021Próximo >
DSTQQSS
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12

Nossa Sra Aparecida

13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31